maio 16, 2016

Realizar um pós-doutorado na França

Se você está cursando um doutorado ou já é doutor no Brasil e deseja aprimorar suas pesquisas, saiba que você pode efetuar um pós-doutorado na França!

Para fazer um pós-doutorado na França, o aluno deve possuir uma tese de doutorado aprovada, preferencialmente, com honra. Depois, ele poderá se inscrever em algum programa de pós-doutorado dentro de um instituto ou empresa francesa.

O pós-doutorado é realizado através de um “Contrato de Duração Determinada (CDD)”, podendo chegar a até três anos. Durante esse tempo, o pesquisador deve publicar inúmeros artigos em revistas e congressos especializados, a fim de apresentar seu projeto.

Intitutos de pesquisa para fazer seu pós-doutorado na França

Dentre os diversos institutos e empresas em que você pode realizar seu pós-doutorado, destacamos dois grandes centros de pesquisa:

  • O Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS)

Esse centro é um estabelecimento público francês, focado no desenvolvimento científico e tecnológico. Considerado o principal organismo de pesquisa com caráter multidisciplinar da França, o CNRS conta com:

    • 33.000 profissionais (do quais, 11.116 são pesquisadores);
    • 4.600 pesquisadores estrangeiros nos seus laboratórios;
    • 1.100 unidades de pesquisa e de serviço;
    • 172 laboratórios internacionais associados;
    • 392 programas internacionais de cooperação científica e de pesquisa;
    • 20 prêmios Nobel e 12 Medalhas Fields;
    • 1.026 empresas inovadoras criadas desde 1999.

 Além disso, o CNRS possui representação permanente em oito cidades internacionais, incluindo o Rio de Janeiro, desde 2010. O escritório do CNRS Brasil estabelece parcerias de pesquisa científica entre o CNRS e os organismos brasileiros, ajudando assim, os alunos que desejam realizar um pós-doutorado na França.

  • Instituto Nacional de Pesquisa em Informática e Automação (INRIA)

O INRIA é um estabelecimento público francês, dedicado às ciências da computação e das matemáticas aplicadas. Operando em conjunto com o Ministério da Pesquisa e da Indústria francesa, o INRIA conta com:

    • 2.700 colaboradores de 87 nacionalidades diferentes;
    • 8 centros de pesquisa na França;
    • 70 equipes de projeto;
    • 4.500 publicações científicas por ano;
    • 24 startups INRIA criadas desde 2010.

Além disso, o INRIA considera o continente americano como um forte potencial científico e econômico. Possui, ainda, colaborações privilegiadas com o Brasil, principalmente para alunos que desejam fazer seu pós-doutorado na área de cálculo de Alto Desempenho.

Bolsas de estudo para realizar seu pós-doutorado na França

Existem diversas bolsas de estudo para os pesquisadores que desejam fazer seu pós-doutorado em uma instituição francesa. O Brasil já ofereceu diversas bolsas pelo programa Ciências Sem Fronteiras para os dois institutos apresentados e o CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) são os principais órgãos a financiarem essas bolsas.

Ainda existem as FAPs (Fundação de Amparo à Pesquisa), que são agências estatais brasileiras, que financiam projetos de pesquisas, bolsas e programas de cooperação internacional para equipes de pesquisa do estado onde está localizada.

Em relação às bolsas oferecidas pela França, destacam-se as bolsas:

  • Bolsa de excelência Eiffel, conheça aqui;
  • Bolsa L’Oréal UNESCO, para as mulheres na ciência, no valor de 20.000 € para pós-doutorandas.

 O CNRS oferece outros financiamentos, como:

  • Programa “Ambassadeur”, com bolsas de pós-doutorados na área de Relações Internacionais, no valor de 2.300 € por mês;
  • Fundação Fyssen, com bolsa de 25.000 € por ano, nas áreas como de etimologia, paleontologia, arqueologia, antropologia, psicologia e ciências do sistema nervoso.

 O INRIA possui ainda, outros financiamentos, como:

  • Bolsas pós-doc., no valor de 2.621 € por mês;
  • Bolsas pós-doc. ERCIM com duração de 12 meses, no valor de 2.110 € por mês.

Visto para os brasileiros efetuarem o pós-doutorado na França

O pesquisador que for realizar um pós-doutorado na França precisa de um visto específico e diferente dos vistos comuns para estudantes. Trata-se do visto científico (visa scientifique), que pode ser obtido no Consulado Geral da França. Para fazer esse pedido, o estudante já deve ter sido admitido em um instituto de pesquisa e ter recebido uma convenção de trabalho, assinada e carimbada pelo responsável da instituição francesa.

Se você quer realizar um doutorado ou pós-doutorado na França, agende uma orientação personalizada pelo IFESP!

fazer pós-doutorado na Françafazer pós-doutorado na Françafazer pós-doutorado na França

Seja o primeiro a saber

Assine nossa Newsletter

Thank you for your message. It has been sent.
There was an error trying to send your message. Please try again later.

One Comment

  1. Bruno Gomes Pereira 15 de fevereiro de 2020 at 11:58 - Reply

    Bom dia, professor! 

    Meu nome é Bruno Gomes Pereira e sou doutor em linguística aplicada pela Universidade Federal do Tocantins,  aqui no Brasil. 

    Meu sonho é fazer um estágio pós doutoral em outro país. 

    Como devo proceder? Ajude-me por favor.  

    Em anexo segue meu currículo e meu comprovante de títulos para conferência. 

    Aguardo retorno. 

Leave A Comment