junho 11, 2014

Onde fazer compras na França?

Primeiro e antes de tudo, acredite nessas duas dicas de um ex-intercambista:

  1. Frequente ao máximo os restaurantes universitários do CROUS que oferecem cardápios variados e dieteticamente equilibrados, o que lhe garantirá uma alimentação à francesa e um gasto de somente 3,05 euros para uma refeição completa (entrada, prato principal, queijo ou yogurt e sobremesa: fruta ou doce). Uma verdadeira oportunidade quando se pensa que um sanduíche custa geralmente em torno de 3,50 euros.
  2. E quando fizer as suas compras, pense em fazer compras semanais, ao invés de diárias, onde é mais provável que suas vontades comprem por você e que acabe gastando mais. Muitos supermercados oferecem um sistema de entrega em casa, cujo preço, se não for incluso no total das compras, é mínimo. Ou seja, trata-se de pensar em longo prazo, e nas datas de vencimentos dos alimentos, é claro!

As cidades francesas possuem numerosos supermercados de que você certamente já ouviu falar: Casino (cujos produtos podem ser achados no Pão de Açúcar), Carrefour (direitamente já implantado aqui) e outros como Monoprix, Géant, Leclerc etc., além das marcas ‘‘low cost’’ como Dia, Ed, Lidl e Franprix, que são menores, mas que, no entanto, oferecem uma boa variedade de produtos básicos (macarrão, sabão, produtos higiênicos).

Se você gosta de passear e aproveitar as feirinhas de bairro, informe-se sobre os mercados de rua (as feiras de frutas e legumes) do seu bairro, cada uma delas acontece no mínimo uma vez por semana.

Sobre o que não lhe darei dicas econômicas? O pão! Não há nada melhor do que comprar pão fresco todos os dias (uma Baguette parisienne, uma baguette tradition, flûtes à l’ancienne). Há de fato toda uma variedade de pães que lhe permitirão saborear da melhor forma os queijos franceses.

Compras não é só comida. Com certeza, ir à França sem comprar roupas é um programa ruim! Por isso eis algumas informações sobre lojas de boas roupas nas quais tanto as mulheres como os homens vão se satisfazer sem ir à falência.

Com certeza já deve ter ouvido falar da loja H&M (aliás, uma enorme loja de três andares da marca foi aberta no ano passado na Avenida des Champs Elysées). Ela é ótima para que homens e mulheres se vistam de la tête au pieds (da cabeça aos pés).

Uma loja mais cara que a H&M é a Zara, que também está presente no Brasil, propõe roupas no mesmo estilo que a primeira, mas por um breco bem menor do que as filiais do Brasil.

Para as meninas em particular, a marca ETAM tem uma ótima coleção de lingeries, pijamas, calças e bolsas.

No que diz respeito aos calçados, pense em passar em lojas como Bata e Eram.

Para concluir, não se esqueça do Pass Navigo (para quem trabalha, o empregador pode pagar até 50% dele) e o Pass Imagin’R (Para os estudantes de até 26 anos – deve ser solicitado em dezembro) que lhe permitirão pegar os transportes públicos da Ile de France sem limite de números de viagens e de prazo entre duas conduções. Cada cidade tem o seu próprio sistema de transporte e funcionamento, é só se informar junto à sua faculdade, à prefeitura de seu bairro ou ainda junto à empresa de transporte de sua cidade.
Conheça o blog o melhor de paris com dicas sobre compras e moda em Paris.

Você quer estudar na França, agende já uma orientação acadêmica.

O IFESP ajuda os candidatos de todo o Brasil a montar o dossiê de candidatura para estudos e bolsas na França e a conduzir os trâmites administrativos relativos à inscrição, além de propor aulas intensivas de francês, presenciais e online, e cursos preparatórios intensivos ao TCF, DELF e DALF exigidos pelas universidades francesas.

Contate-nos pelo e-mail: [email protected]

Novo! Aprenda francês online, rápido e eficiente! Um curso completo 100% online.

Website | + posts

Seja o primeiro a saber

Assine nossa Newsletter

Thank you for your message. It has been sent.
There was an error trying to send your message. Please try again later.

Leave A Comment

Website | + posts