junho 11, 2015

Conheça quais são os gastos para os estudos na França?

Quais os custos dos estudos na França? Na hora de preparar seu projeto de estudos na França, é necessário pensar nas questões financeiras. Portanto, Universidades Francesas te apresenta os principais gastos para um estudante na França.

Anuidades e taxas para estudos na França

A oferta de cursos no ensino superior francês se divide entre as universidades e as escolas superiores.

Dessa forma, as Universidades representam 80% da oferta de cursos no ensino superior. Em 2019, as taxas de anuidade para estudantes residentes fora da União Europeia tiveram um aumento significativo de 2600 euros, tanto para graduação quanto para mestrado e doutorado. Apesar disso, as 85 universidades francesas continuam sendo consideradas públicas. Os diversos protestos de estudantes e universidades ao aumento da taxa têm gerado repercussões positivas, entre elas a possibilidade de concorrer à exoneração da tarifa, válida para as candidaturas de 2019.

As universidades são multidisciplinares e oferecem cursos em todas as áreas de estudo (Ciências Exatas, Tecnologia, Letras, Artes, Ciências Humanas e Sociais, Direito, Economia, Saúde, Gestão, Administração, Arquitetura, etc.) com o mesmo nível de excelência.

As Grandes Escolas, ou Grandes Écoles, e as Escolas Especializadas podem ser públicas ou privadas e oferecem formações com objetivo profissional definido: Engenharia, Arquitetura ou Artes, Administração, Gestão etc.

No sistema de ensino público

A partir do ano de 2019, as taxas de matrícula para um ano de estudos passaram a ser de:

  •  2770€ para o 1o, o 2o ou o 3o anos da Licence (Graduação)
  •  3770€ para o 1o ou o 2o anos do Master (Especialização ou Mestrado)
  •  3770€ para um ano no Doctorat (Doutorado).

O sistema de ensino público superior inclui, além das 85 universidades:

Por sua vez, nas escolas de engenharia públicas, a anuidade é de 601 euros por ano.

Já nos IEP, as taxas de matrícula são muito mais altas para os estudantes estrangeiros. Segundo nossa pesquisa, para uma Pós-graduação nos IEP, a anuidade varia entre 700 euros em Estrasburgo e 14 500 euros na Sciences Po Paris.

Dessa forma, os IEP de Rennes, Toulouse, Lyon e Grenoble têm uma anuidade de 1.300 euros quando os IEP de Aix e Lille têm uma taxa de matrícula por ano de 812 e 2.600 euros respectivamente. Finalmente, o IEP de Bordeaux custa 6.300 euros por ano.

Na Universidade Paris-Dauphine, existe dois tipos de diplomas:

  • Os Diplomas de tarifa Nacional (DN) cuja anuidade aplica geralmente a todos os cursos da Licence (Graduação) e alguns cursos de Masters. Para esses diplomas, a anuidade é a mesma que nas universidades (261,10 e 396,10 euros por ano segundo o nível de diploma).
  • Os Diplomas de tarifa Grandes Escolas (DGE) cuja anuidade é fixa para os estrangeiros e atinge o valor de 6 120 euros. Essa tarifa é principalmente para cursar pós-graduações em Finanças, Marketing, etc.

No sistema de ensino privado

Existem escolas especializadas em muitas áreas diferentes: Gastronomia, Moda, Cinema, Engenharia e Administração, Gestão e Negócios. Têm cerca de 50 escolas de Engenharia e 60 escolas de Administração, Gestão e Negócios.

Portanto, essas escolas geralmente tem um grande reconhecimento nacional e internacional. Além de oferecem uma formação de alta qualidade voltada à informação profissional.

Dessa forma, nesse sistema, os custos vão de alguns milhares de euros até mais de 20 mil euros por ano, segundo a escola!

As universidades públicas, por sua vez, se colocam logo depois dessas escolas com relação à taxa de inserção profissional. Segundo um estudo do governo francês, estudar na França garante uma boa inserção profissional nas empresas e permite frequentemente tornar-se executivo.

Saúde

Para os estudantes com menos de 28 anos, é obrigatório ser afiliado ao regime de sécurité sociale étudiante (plano de saúde estudantil). Dessa forma, o estudante cumpre essa obrigação quando ele se inscreve administrativamente na universidade ou instituição de ensino. Portanto, e graças a esse seguro, ele se beneficia de um reembolso dos gastos médicos.

Para o ano 2017-2018, o valor do plano anual de saúde estudantil foi de 217 euros, mas já está prevista uma mudança para o meio de 2019.

Em outras palavras, esse valor inclui o reembolso de 60% do custo das consultas ao médico (ou seja, reembolsa cerca de 10€ dos 23€ que custa uma consulta), o reembolso total ou parcial da maioria dos remédios comprados nas farmácias com receitas e das despesas de hospitalização.

Para ter todos os gastos de saúde cobertos, é possível pagar um plano de saúde complementar com um dos dois seguros estudantis que existem: a LMDE ou a SMEREP. Por exemplo, a cobertura integral “todos cuidados” da LMDE que inclui o reembolso total de todos os gastos de saúde tem um valor de 228 euros por ano (ou 19 euros por mês).

Alimentação

Uma refeição completa em um restaurante universitário custa € 3,20, uma de fast-food € 7, e uma em um restaurante de bairro entre € 10 e € 20. Por sua vez, um sanduíche custa entre € 3 e € 5, um café de € 1 a € 2, uma baguete € 0,80 e um croissant € 1.

Moradia para estudos na França

O aluguel na França varia de região para região e custa em média de € 250 no interior até € 800 por mês em Paris.

Dessa forma, existem várias opções de moradia: quitinete ou studio, dividir uma casa ou um apartamento com outros estudantes em uma república, alojamentos universitários onde você terá pelo menos um quarto individual com banheiro individual e cozinha compartilhada.

Para achar uma quitinete, você pode consultar os anúncios de agências ou particulares nesses sites: http://www.seloger.com/, www.pap.fr ou www.logement-etudiant.com.

Para achar uma república, o dispositivo Lokaviz é uma boa opção.

Quanto à oferta de alojamentos junto com os serviços universitários, você pode consultar os sites dos CROUS de cada cidade estudantil: de Paris, de Lyon, de Aix -Marseille etc.

Paris vue toits

Outra opção muito boa em Paris é a Cidade Internacional Universitária onde tem moradias separadas por país e a maior mistura de estudantes do mundo inteiro. São 5 800 quartos em 40 casas, a casa do Brasil, a Casa do Japão, etc.

É também possível fazer um pedido de auxílio-moradia junto à CAF, Caisse d’Allocations Familiales, (organismo francês que providencia auxílios financeiros). Esse auxílio constitui um direito de todos os estudantes, independentemente da sua nacionalidade e da renda dos pais. A CAF lhe outorgará entre 100 e 250 euros por mês de auxílio-moradia segundo sua situação (morando sozinho ou compartilhando o alojamento, tamanho do alojamento, preço do aluguel, etc…). É possível fazer uma simulação do auxílio recebido segundo sua situação no site da CAF.

Transporte

Na maioria das cidades, os estudantes têm direito a um bilhete de estudante que pode ser usado durante um ano em todos os transportes da cidade (ônibus, metrô, tram).

Em Paris, por exemplo, esse bilhete chama-se cartão Imagine’R e custa 350 euros por ano para usá-lo nas zonas centrais da capital (zonas 1-2) durante a semana e em toda a cidade (zonas 1-5) durante os fins de semana, o que lhe permitirá visitar essa maravilhosa cidade. Em Bordeaux, o bilhete mensal custa 19,70 euros e em Lyon 31,80 euros.

Descontos

Geralmente, os estudantes com menos de 26 anos, têm direito a diversos descontos: nos museus e teatros, nos cinemas, em passagens aéreas, bilhetes de trem, passeios, livrarias, etc.

Oportunidades de trabalho

É possível trabalhar durante os estudos. Na França o visto de estudante permite trabalhar até 20h por semana. Portanto, ao cursar uma pós-graduação você terá acesso, através da faculdade, a um banco de dados com as ofertas de estágios. Lembrando que quem cursa um Master profissional tem obrigação de estagiar.

 

A importância de um bom nível de francês para estudos na França

Antes de pensar no custo de vida na França, é preciso pensar que para estudar no país um dos requisitos é falar bem a língua francesa. Portanto, se você quer alcançar a fluência no idioma, estude no CFOL, a melhor escola online do Brasil.

 

Website | + posts

Seja o primeiro a saber

Assine nossa Newsletter

Thank you for your message. It has been sent.
There was an error trying to send your message. Please try again later.

21 Comments

  1. Jeferson Pires 28 de novembro de 2013 at 23:26 - Reply

    Olá, esses dias fiz uma pergunta aqui e você me esclareceu, muito obrigado! Porém agora tenho uma outra duvida, eu estava pensando em tentar me aplicar para a universidade de Arquitetura agora para 2014, porém estou melhorando meu nível de Francês para que fique mais fácil de eu ser aceito, então deixarei somente para me aplicar para 2015, a minha duvida é a seguinte. Para que eu não fique parado no ano que vem, eu estava pensando em começar a cursar arquitetura em alguma universidade daqui do Brasil mesmo, e em 2015 me mudaria para a universidade de lá, isso poderia me prejudicar de alguma forma? Deveria deixar pra começar na França desde o inicio, ou não faz mal começar aqui no Brasil? E outra tem algum limite de idade para que as universidades Francesas aceitem um aluno? Obrigado.

    • pauline 29 de novembro de 2013 at 18:11 - Reply

      Recomendo você pesquisar sobre as universidades brasileiras que têm convenio com a França. Neste caso é valido começar o curso aqui para depois fazer um intercambio na França através de uma cooperação universitária.
      Geralmente, não tem limite idade.

  2. Bruna 2 de dezembro de 2013 at 19:50 - Reply

    Olá, eu tenho uma dúvida, para ingressar em uma universidade francesa é necessário eu ter cursado o 1º ano em uma faculdade aqui, ou posso me inscrever assim que terminar o Ensino Médio?

    • Karina 13 de março de 2018 at 18:20 - Reply

      Bonjour Bruna,
      Você pode ingressar em uma universidade francesa assim que terminar o ensino médio, mas para isso você deve apresentar um comprovante de que foi aprovada em uma universidade brasileira (aprovação em vestibular ou Enem, por exemplo). Uma outra alternativa seria você começar o curso em uma universidade brasileira que tem convênio com a França, dessa forma, você poderia fazer um intercâmbio através de uma cooperação universitária.
      Para ter mais informações sobre o processo de candidatura, oferta de bolsas e possibilidade de estudos na França, você pode agendar uma orientação acadêmica conosco https://cursodefrancesonline.com.br/orientacao-academica/

  3. Bettina darchemont 2 de julho de 2015 at 20:43 - Reply

    Estou cursando faculdade de psicologia Bac+5 no Brasil e término ano que vem no final do ano. Gostaria de fazer uma especialização na área Junguiana , na França. Vocês podem me ajudar? Seria um master ou doutorado? Como fazer para obter infos sobre o melhor que existe ? Não precisa ser em Paris pode ser em pequenas cidades também.
    Obrigada por uma resposta !
    Bjs

  4. jovenil 19 de fevereiro de 2017 at 15:59 - Reply

    Olá! saber uma coisa muito importante : quero fazer curso de 2 anos de culinária(no interior do país como Marselha, lyon)anualmente pode custar quanto falando de todos custos e gastos(taxas,moradia, alimento…etc) e no primeiro ano terei oportunidade de trabalhar? depois de cursar teria oportunidade de pedir visto de trabalho ou me darão tempinho pra trabalhar? me responde porfavor

    • Náthalia Matsutani 11 de maio de 2017 at 17:52 - Reply

      Bonjour ! O IFESP oferece apenas auxílio acadêmico para alunos que desejam estudar na França. Em geral, as universidades públicam possuem um taxa anual de 300-400 euros. É possível trabalhar com o visto de estudante, porém, existe um limite de horas. Você deve verificar essas informações com o consulado francês.

  5. João 28 de março de 2017 at 5:09 - Reply

    Obrigado pelas informações, porém gostaria de saber, em Medicina os valores das anuidades continuam baixos?

    • Náthalia Matsutani 11 de maio de 2017 at 15:23 - Reply

      Bonjour João, sugiro que você consulte cada universidade de interesse para verificar quais os valores. Em geral, as universidades públicas possuem uma taxa anual de 200-400 euros!

  6. Rodrigo 3 de agosto de 2017 at 10:17 - Reply

    Bom dia. Eu pretendo fazer um curso de mestrado na área de gestão e negócios. Pelo que eu pesquisei até agora, as universidades públicas não têm muita oferta para cursos nessa área. Eu encontrei algumas boas instituições particulares, mas com uma taxa de anuidade bastantes altas chegando até 12 mil euros! Estou entendendo que o governo francês só arca com até 90% da anuidade para os cursos de universidade pública e que, caso eu escolhesse alguma particular eu teria que pagar sozinho, correto?

    • Karina 13 de março de 2018 at 18:48 - Reply

      Bonjour Rodrigo,
      A anuidade estimada em uma universidade pública é de 200-400 euros. Caso você opte por estudar em uma escola privada, a anuidade ficará por volta de 5.000-12.000 euros. Recomendo que você consulte os sites das instituições particulares que te despertaram interesse, geralmente elas oferecem bolsas de estudos. Também sugiro que você leia este artigo, acredito que ele irá te ajudar https://www.universidadesfrancesas.com.br/pos-graduacao-em-empreendedorismo-na-franca/.
      Para ter mais informações sobre o mestrado em gestão e negócios na França, ofertas de bolsas e possibilidades de estudos, agende uma orientação acadêmica conosco https://cursodefrancesonline.com.br/orientacao-academica/

  7. VICTOR CARDOSO 4 de março de 2018 at 19:54 - Reply

    Olha, estou se preparando para cursar mestrado na Université Côte D´Azur em Nice.
    Verifiquei é a taxa é 4 mil euros. Neste caso, o curso é 2 anos e ficar 8 mil euros. Você poderia indicar algum programa para ajudar nesse valor ?

  8. VICTOR CARDOSO 4 de março de 2018 at 19:55 - Reply

    Olá, estou se preparando para cursar mestrado na Université Côte D´Azur em Nice.
    Verifiquei que a taxa é 4 mil euros. Neste caso, o curso é 2 anos e ficar 8 mil euros. Você poderia indicar algum programa para ajudar nesse valor ?

    https://www.masterstudies.com.br/Master-of-Science-(MSc)-ROCC-Networks-and-Connected-Objects-from-Sensors-to-the-Cloud/Fran%C3%A7a/Universit%C3%A9-C%C3%B4te-d%E2%80%99Azur-(UCA)/

  9. Whelmer Santos 19 de julho de 2018 at 11:46 - Reply

    Olá. Tenho uma pergunta.
    Eu sou de Cabo Verde, para eu conseguir estudar na França quando eu terminar o ensino médio o processo é o mesmo?

  10. Bruna Ramos Barbosa 17 de outubro de 2018 at 11:53 - Reply

    olá eu gostaria de esclarecer uma dúvida, quero saber se o curso tecnólogo de dois anos no brasil vale como uma graduação de 4 anos, pois caso haja a validação gostaria de me candidatar ao mestrado em alguma universidade francesa.

    • Juliana Carvalho 29 de outubro de 2018 at 15:11 - Reply

      Olá Bruna,
      Geralmente para tentar mestrado na França você tem que ter feito uma graduação com no mínimo um total de 180 créditos. O que você pode fazer é tentar entrar no terceiro ano da graduação lá na França, assim você teria o diploma de graduação francês.
      Aconselhamos que você entre em contato conosco e agende uma orientação acadêmica, assim podemos pensar juntos em plano acadêmico para que você consiga seu intercâmbio na França: https://cursodefrancesonline.com.br/orientacao-academica/.
      Lembramos que ter um bom nível de francês é um dos requisitos essenciais para estudar na França, nesse mês o Curso de Francês Online, do grupo IFESP, está com descontos de até 70%: http://bit.ly/uf70BlackFriday.

  11. Pedro Cavalcante 12 de julho de 2019 at 23:41 - Reply

    Qual o valor para estudar na Sciences Po Poitiers? (Taxa de matrícula, anuidade, propina…
    Desde já obrigado.

  12. Alexandre Severino 25 de outubro de 2019 at 22:20 - Reply

    É possível um estrangeiro trabalhar e pagar os estudos com o salário mínimo de lá?

  13. Nelson conceição 3 de fevereiro de 2020 at 22:14 - Reply

    Olá, eu quero ir fazer o meu superior na França como eu posso fazer?

Leave A Comment

Website | + posts