Sua porta de entrada para a França
  Loja Online

França acolhe pesquisadores estrangeiros

Publicado em: 30 de maio de 2016
pesquisador na França

O Brasil vem sofrendo um grande êxodo dos seus pesquisadores, que procuram instituições estrangeiras para realizar seus estudos, uma das razões são os vários obstáculos existentes no país. Segundo o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), em 2015, mais de 49 mil pesquisadores saíram do Brasil para trabalhar em universidades estrangeiras.

A França oferece diversas facilidades para os pesquisadores estrangeiros que querem trabalhar no país. Por isso, se tornou um dos destinos mais procurados pelos cientistas brasileiros que partem para o exterior. Segundo o Jornal O Tempo, 4.265 pesquisadores brasileiros foram para a França no ano de 2015, número que deixou o país com a segunda colocação de países no mundo que mais recebem cientistas brasileiros.

pesquisador na França

Fonte: Jornal O Tempo

A seguir veja as vantagens de partir para a França para realizar seu projeto de pesquisa:

Uma rede de centros de mobilidade para pesquisadores estrangeiros

A Euraxess France é uma rede de mais de 20 centros espalhados pelo território francês, específicos para pesquisadores estrangeiros. A rede Euraxess auxilia os pesquisadores de forma personalizada, com oferta de vagas, bolsas de estudo, auxílio instalação e outras formalidades. Além disso, assessora as famílias dos pesquisadores, procurando cursos de francês e escolas para as crianças. Ao todo, a rede francesa já beneficiou 50 mil pesquisadores de mais de 130 nacionalidades.

Um visto específico para os pesquisadores estrangeiros

Outra facilidade para ser pesquisador na França veio com o “passaporte talento”, criado em março de 2016. Trata-se de um visto específico para os pesquisadores estrangeiros e suas famílias, com duração máxima de quatro anos. Esse visto é uma grande vantagem para quem quer ser pesquisador fora do Brasil, já que não há a necessidade de se realizar trâmites de renovação de visto, como em outros países.

Bolsas de estudos para os pesquisadores na França

Diversas bolsas de estudos são oferecidas para os pesquisadores na França. As principais são oferecidas pelo próprio governo francês, entre elas destacam-se a Bolsa de Excelência Eiffel e a Bolsa de Excelência Major. Além disso, ainda existem programas de bolsas cofinanciadas entre o governo francês e grandes empresas, como o programa “Quai d’Orsay / Entreprises”.

Se você quer ser pesquisador em um dos países que mais acolhe brasileiros no mundo e não sabe como se candidatar, agende já uma orientação acadêmica personalizada no IFESP!

pesquisador na Françapesquisador na Françapesquisador na França

últimos artigos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *