Sua porta de entrada para a França
  Loja Online

Descubra a Côte d’Azur, a pérola do sul da França

Publicado em: 20 de abril de 2015

 A Côte d’Azur, região do sudeste da França, é conhecida pelas suas lindas praias e celebridades que a frequentam durante o verão. Mas, além disso, essa região tem muitos aspectos que valem a pena conhecer. Com esse artigo, vamos lhe apresentar um pouco sobre a geografia, história e cultura da Côte d’Azur na França.

Geografia da Côte d’Azur na França

Côte d'Azur

 Até mesmo alguns franceses não sabem exatamente onde fica a Côte d’Azur. Assim, para alguns, ela é o litoral indo da cidade de Saint Tropez, conhecida como lugar de predileção de férias para muitas celebridades, até a fronteira com a Itália, correspondendo mais ou menos ao litoral do departamento das Alpes-Maritimes (um departamento é um tipo de distrito administrativo francês).

Outras pessoas acham que ela começa na cidade de Hyères, no litoral do departamento do Var, até a fronteira com a Itália. Porém, todos concordam que a Côte d’Azur é uma região litorânea. Atrás do litoral, temos a região dos Alpes do sul, que começa com paisagens serranas muito diferentes do litoral e um tempo mais frio durante o inverno.

A Côte d’Azur, região do sul da França, se caracteriza por uma vegetação de plantas cheirosas e de arbustos espinhosos, chamada de Garrigue. As praias, com arreia ou pedrinhas, são escondidas em pequenas baías charmosas. As serras do Esterel e das Maures, logo atrás do litoral, oferecem passeios agradáveis para quem quer conhecer a cultura da região fora dos circuitos turísticos. O clima da Côte d’Azur é bastante quente mesmo durante o inverno, muito raramente descendo abaixo dos 10 graus. Isso pode parecer normal para quem mora no Brasil, mas na França, não existe outra região assim!

  • Nice, a maior cidade da Côte d’Azur, foi durante muitos anos uma cidade mais italiana do que francesa, pois ela só se tornou parte da França a partir do ano 1860. Isso ainda é visível para quem observa a arquitetura da cidade, feita de altas casas coloridas em azul, rosa ou amarelo, com tons pastel, estruturas tipicamente italianas. O visitante também poderá admirar os conhecidos Trompe-l’oeil- literalmente “engana-olho”, pinturas feitas nas fachadas dos prédios e que imitam cenas da vida cotidiana. De longe, é possível acreditar que elas são de verdade!
  • Saint-Tropez, mais a oeste, era uma cidadezinha de pescadores, antes de se tornar um ponto de encontro para várias celebridades a partir dos anos 50 depois da atriz Brigitte Bardot resolver construir uma casa lá.
  • Cannes, mais perto de Nice, é conhecida mundialmente pelo festival de Cannes dedicado ao cinema, que ocorre todos os anos durante o mês de maio.
  • As cidades de Saint-Raphael e de Fréjus, mesmo sendo bastante turísticas como o resto da região, oferecem passeios e praias mais isolados, para quem quer descobrir a região fora dos circuitos turísticos.

História da região e origem do nome Côte d’Azur

A região conhecida hoje como Côte d’Azur foi inicialmente colonizada muito cedo por marinheiros gregos que fundaram colônias como as cidades de Antibes ou Nice. Ao longo dos anos, essa região, situada na fronteira entre o reino francês e os principados da Itália, sempre foi muito disputada.

No início do século 19, famosa pelo seu clima muito agradável e a beleza das suas paisagens, a Côte d’Azur se tornou um dos lugares de férias preferidos da aristocracia britânica. Por isso, há um famoso caminho de beira mar no centro de Nice que chama La promenade des Anglais – o passeio dos ingleses, em francês.

O nome Côte d’Azur teria como origem o livro publicado por Stéphane Liegéard, La Côte d’Azur, “azur” sendo uma antiga palavra francesa que significava “azul”.

Cultura da Côte d’Azur

A cultura da Côte d’Azur é uma mistura da cultura Provençale (cultura da região da Provence, no sudeste da França) e da cultura italiana, mas ela também possui várias outras influências. Por ser uma região aberta para o mar mediterrâneo, a Côte d’Azur sempre acolheu imigrantes de vários lugares: italianos e espanhóis no início, argelinos, marroquinos e tunisianos um pouco mais recentemente. Essas ondas sucessivas de migrantes foram um fator essencial para o enriquecimento da cultura da Côte d’Azur, assim como da França inteira.

A cozinha local é conhecida como uma das melhores da França. Mistura entre cozinha francesa e italiana, ela usa muitos produtos do mar, assim como frutas e legumes mediterrâneos como a berinjela ou o pimentão.

Alguns pratos típicos da Côte d’Azur

A Tapenade é uma mistura cremosa de azeitonas pretas de Nice, azeite, alho, anchova e alcaparra. Come-se geralmente sobre um pedaço de pão.

Tapenade

O Aioli é um prato completo composto de legumes cozidos ao vapor (cenoura, aboborinha, batatas, alho poró…), bacalhau, ovos duros e um creme de alho, batata e azeite. Esse prato é muito tradicional e até existem concursos do melhor Aioli.

Aioli

A Daube Niçoise é um prato típico das montanhas logo atrás de Nice. Ele consiste em carne de boi, cenouras e temperos cozidos juntos por mais de 3 horas com um litro de vinho tinto. O prato pode ser acompanhado de batatas ao vapor ou de macarrão.

DaubeO Pan Bagnat, típico de Nice, é um lanche barato, perfeito para quem quer comer uma coisa leve. Consiste em um sanduíche com atum, anchova, ovos duros, tomate, alho, azeite e manjericão.

Pan bagnat

O Beignets de fleurs de Courgettes é um tipo de salgado feito com uma massa de farinha de trigo e uma flor de aboborinha, a flor a partir da qual se desenvolvem normalmente as aboborinhas. Leve e saudável, é uma entrada tradicional durante o verão.

Beignets courgette

A Sopa ao Pistou é uma sopa de verão. Ela é feita com muitos legumes: vagens, tomates, aboborinhas, batatas e feijão branco. Aos legumes é adicionado o Pistou, versão francesa do Pesto italiano.

Soupe au pistou

Enfim, nada melhor que um bom lugar para degustar todas essas especialidades locais. Então, se você visitar a cidade de Nice, vá ao restaurante La Taca de Oli (significa “a mancha de olho” na língua tradicional de Nice). Esse restaurante, situado no coração da velha Nice, faz uma cozinha tradicional muito gostosa.

Você tem interesse pela cultura francesa?

Venha conhecer o IFESP! Oferecemos cursos de francês para todos os níveis, assim como cursos de conversação e temáticos sobre a gastronomia francesa!

 

Hugo Givodan

últimos artigos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *