fevereiro 18, 2014

Exigência e qualidades dos cursos de Economia e Finanças na França

Segundo a classificação SMBG melhores Pós, MS e MBA em Economia e Finanças na França. Várias universidades precedem ou perseguem as escolas de Administração de prestígio em certas especialidades econômicas e financeiras. Descubram quais…

A classificação dos diplomas nacionais

É um fato: os franceses são ávidos de classificação, mas estes, frequentemente criticados, estão interpretando com prudência somente por suas diferenças de metodologia. Publicado pelo Conselho de orientação SMBG-Eduniversal  em 2012, a classificação SMBG apresenta o interesse em comparar diplomas de nível Pós e MBA das Grandes Écoles e das universidades francesas (44% dos 120 estabelecimentos representados e 38% dos 476 programas classificados referentes a 52 especialidades de Gerenciamento, Marketing, Comércio, Direito, Administração, Recursos Humanos, Engenharia, Sistemas de informação).

Três critérios prevaleceram para a enquête: a notoriedade da formação, o salário inicial e retorno de satisfação dos estudantes. Note que são as formações que são classificadas (de 1 a 4 estrelas em função da nota final obtida entre 1 e 15) e não os estabelecimentos.

Panthéon-Assas e Paris-Dauphine sempre bem classificadas

Se as universidades Paris-Dauphine (vinte e nove Pós classificados em 2011) e Panthéon-Assas (20 pós classificados em 2011) aparecem sempre na classificação desde sua criação em 2002, Marie-Anne Binet, responsável das classificações e associada da SMBG-Eduniversal, notou “um empurrão das universidades”. Não que essas fossem menos performantes anteriormente, mas “os estudantes de Pós desejam cada vez mais entrar na competição, o que passa por uma lógica de marca”.

Um movimento começado antes mesmo da lei LRU sobre a autonomia das universidades de 2007, devido em grande parte a “uma tomada de consciência dos professores e dos diretores de Universidade”, a notoriedade dos Pós relevam mais de seu diretor de programa que da própria instituição no mundo universitário.

Quer saber mais sobre estudos de economia e finanças na França? O IFESP pode te ajudar! Entre em contato e agende uma orientação acadêmica personalizada.

Seja o primeiro a saber

Assine nossa Newsletter

Thank you for your message. It has been sent.
There was an error trying to send your message. Please try again later.

2 Comments

  1. eduardo 16 de abril de 2014 at 22:58 - Reply

    Li em uma resposta de vocês a algum comentário que “O Master 2 professionnel é reconhecido como especialização no Brasil. O Master 2 recherche é reconhecido como mestrado no Brasil.”

    O problema é que nem sempre tem isso escrito nos sites das universidades. Como saber?

    Outra coisa, quero me programar para um mestrado de 2 anos. Então, se consigo entrar num M1, terminando-o, serei automaticamente aprovado para cursar o M2 que eu escolher?

    • Pauline 23 de abril de 2014 at 18:30 - Reply

      Olá Eduardo, normalmente quando entra no site da universidade vendo se há ou não um estágio obrigatório e as matérias e as oportunidades depois do master é possível saber de que tipo de master se trata.
      Para ingressar num M2 após o M1 tem de ter passado de ano com uma boa nota. Geralmente na apresentação da formação você já sabe das opções após o M1.

Leave A Comment