Sua porta de entrada para a França
  Loja Online

De mudança para a França: Paris, Lyon ou Aix-en-Provence?

Publicado em: 23 de setembro de 2020

Morar na França é o sonho de muitos brasileiros. Cada vez mais pessoas – atraídas pelas condições de vida, pelas grandes chances profissionais e pela possibilidade de estudar em instituições de ensino de excelência – têm projetado nas cidades francesas um destino para estabelecer nova moradia. 

Neste artigo, reunimos informações de muita importância para você que está planejando se mudar. Está na hora de conhecer Paris, Lyon e Aix-en-Provence não mais pelo típico viés turístico, mas, ao invés disso, considerando, em cada uma dessas cidades, aspectos que dizem respeito à qualidade de vida, aos custos e às oportunidades de estudo e de trabalho. Confira só!

Paris

Não é segredo para ninguém: Paris é a cidade que mais atrai estrangeiros desejosos de estabelecer residência na França. Embora o seu custo de vida seja bastante elevado, a capital francesa é uma das cidades mais influentes do mundo e proporciona, aos seus moradores, uma série de vantagens.

Estamos falando de uma área segura, dinâmica, culturalmente rica, que conta com algumas das universidades mais renomadas da Europa – como a Sorbonne Université, por exemplo – e que, sempre oferecendo oportunidades de emprego imperdíveis, paga, em média, os salários mais altos da França. 

Mas, vale a dica: se você deseja usufruir de Paris pagando aluguéis mais baratos e economizando no supermercado, afaste-se do centro e das áreas turísticas e, se possível, resida nas comunas vizinhas que integram a região metropolitana parisiense. 

Graças a uma rede de transporte público eficiente e ampla, é fácil se locomover diariamente entre a cidade de moradia – comunas como Antony, Colombes, Gentilly, Puteaux, entre outras – e a cidade de trabalho/estudo – isto é, Paris!

Lyon

A terceira maior cidade da França, localizada na região Rhône-Alpes, é também a capital da gastronomia francesa. Lyon, além de ser linda, movimentada e segura, é consideravelmente mais barata do que Paris e, ainda assim, possibilita uma qualidade de vida que em nada fica para trás se comparada à qualidade de vida dos parisienses. Há, por exemplo, amplo acesso à cultura e um sistema de transporte público competente.

Abrigo de três importantes universidades públicas – a Université Claude Bernard, a Université Jean Moulin e a Université Lumière -, Lyon acolhe muitos estudantes internacionais. Além disso, nos últimos anos, a oferta de empregos ali também tem sido alta. A região é um polo de empreendedorismo e constantemente atrai empresas internacionais conhecidas. 

Aix-en-Provence

A ensolarada Aix-en-Provence é uma cidade jovem e universitária, movimentada sobretudo pelas estudantes franceses e estrangeiros que frequentam, entre outras instituições, a Université de Provence, a Université de la Méditerranée, a Université Paul Cézanne ou o Institut Universitaire de Technologie.

No sul da França, localizada a 33 km de Marseille, Aix-en-Provence é pequena, mas oferece uma das melhores qualidades de vida do país e se caracteriza por uma  intensa atividade cultural e por uma economia em ascensão. Ali, são muitas as oportunidades de trabalho nos setores da indústria e do turismo.

Uma curiosidade muito legal é que, contando com um sistema de transporte público bastante eficiente, a bicicleta é a escolha de boa parte dos moradores e, consequentemente, um dos principais meios de locomoção de Provença. Incrível, não?

Quando estamos planejando mudar de país, são muitos os fatores a se considerar, pois, inevitavelmente, cada lugar tem as suas vantagens e as suas desvantagens. 

No fim das contas, a importante escolha da melhor cidade para morar na França é muito relativa e depende do objetivo e das condições de cada pessoa. Nossa dica é: reflita bastante antes de tomar a sua decisão, mas saiba que tanto Paris quanto Lyon e Aix-en-Provence estão de portas abertas para você! 

O importante também é saber como conseguir um trabalho na França e o gasto médio que um estudante por ter por lá. Vale a pena conferir!

últimos artigos

1 comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *