Sua porta de entrada para a França
  Loja Online

CELSA Sorbonne Université: a melhor escola de comunicação da França!

Publicado em: 10 de junho de 2020

Se você está afim de estudar Comunicação na França, então você precisa conhecer o que há de melhor para a sua formação na área: o CELSA Sorbonne Université!

 

Quem escolhe fazer seus estudos em Comunicação na França se depara com um verdadeiro universo de possibilidades: Mídias, Marketing, Entretenimento, enfim, o mundo da “Com”, como os franceses costumam chamar a área, é particularmente vasto por lá.

 

A melhor escola de comunicação da França

Criada em 1957, o CELSA Sorbonne Université é uma grande école de altos estudos em ciências da informação e da comunicação, especializada em ciências da comunicação e também em jornalismo, reconhecida pela qualidade das suas formações e pela boa inserção dos seus estudantes no mercado de trabalho – este é, inclusive, um dos critério de classificação que colocam o CELSA à frente das demais escolas quando fazemos um comparativo.

CELSA é abreviação para Centre d’études littéraires et scientifiques appliquées, isto é Centro de Estudos Literários e Científicos Aplicados. Trata-se de uma escola pública ligada à Paris-Sorbonne, à uma universidade portanto, que está localizada em Neuilly-sur-Seine, uma comuna situada no departamento do Alto Sena, região da Ilha-de-França, ao lado de Paris, junto ao limite noroeste da cidade, na rive droite do Sena.

 

Diferentes formações possíveis

Para aceder aos estudos em comunicação no CELSA Paris-Sorbonne, os estudantes devem ter cumprido ao menos dois anos de estudos superiores, seja em um estabelecimento público ou privado, francês ou estrangeiro, ou ainda ter feito dois anos de cursos preparatórios nas Grandes Écoles. São essas as condições básicas de admissibilidade para o concurso de ingresso. 

O CELSA acolhe os estudantes no terceiro ano da Licence, e a partir daí são propostos cinco diferentes formações de Licence 3 CELSA Comunication, são eles:

  • Empresas e Instituições
  • Magistério
  • Marca
  • Mídias
  • Recursos humanos e conselhos

Agora, quando o assunto é Master, a coisa muda um pouco de figura. Para as formação em Comunicação, as possibilidades de Master são as seguintes:

Master Profissional em Informação e Comunicação – Primeiro ano (M1) de CELSA Communication

  • Empresas e instituições 
  • Magistério
  • Marca
  • Mídias
  • Recursos Humanos e Conselho
  • Profissões de professor documentarista (em parceria com o INSPE de Paris)

Master Profissional em Informação e Comunicação – Segundo ano clássico (M2) de CELSA Communication

  • Empresas, instituições e corporações 
  • Empresas, instituições, política e territórios 
  • Empresas, instituições e vida política 
  • Magistério, gestão e cultura 
  • Marca e estratégias de comunicação 
  • Marca e branding 
  • Mídias e gestão
  • Mídias e digital
  • Comunicação e tecnologia digital (em co-habilitação com o ‘IMT Mines d’Alès)

Master Profissional em Informação e Comunicação – Segundo ano em Aprendizagem (M2) de CELSA Communication

  • Conselho, gestão e organização
  • Empresas, instituições e risco
  • Magistério, gestão e cultura
  • Marca, inovação e criação
  • Mídias, inovação e criação 
  • Recursos humanos, gestão e organizações 

Aqueles que desejam fazer Jornalismo, a entrada pode se dar direto via Master 1. E as opções de Master em CELSA Journalisme são as seguintes:

Master Profissional em Informação e Comunicação – Primeiro ano (M1) de CELSA Journalisme

  • Jornalismo 

Master Profissional em Informação e Comunicação – Segundo ano clássico (M2) de CELSA Journalisme

  • Jornalismo 

Master Profissional em Informação e Comunicação – Segundo ano em Aprendizagem (M2) de CELSA Journalisme

  • Jornalismo e inovação

Há também a possibilidade de realizar um mestrado de pesquisa em ciências da informação e da comunicação, é o chamado Master Recherche, que compreende as seguintes formações:

  • Pesquisa e Desenvolvimento 
  • Pesquisa e ensino nas ciÊncias da informação e da documentação (em parceria com o INSPE de Paris)

Abertura aos estudantes estrangeiros

Um brasileiro interessado em seguir qualquer uma das formações do CELSA precisa validar de dois a quatro anos de estudos superiores realizados previamente em seu país (o número varia de acordo com o nível do curso almejado na França), além de ter tirado o DELF B2, ou o TEF ou o TCF com nível quatro.

Apesar disso, os estrangeiros não passam por nenhuma outra  prova específica, pois o concurso de admissão para nós que não somos franceses é idêntico ao dos candidatos de nacionalidade francesa.

 

Conheça algumas dicas de Como estudar na França e prepare-se! Nosso blog tem outros artigos sobre as melhores universidades da França. Confira:

Université Panthéon-Assas – Melhor faculdade de direito

Université Franche-Comté – Dona do melhor curso de medicina do país

 École Polytechnique – A melhor École na área de engenharia 

ENSA Paris Belleville – A melhor na área de arquitetura

 

últimos artigos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *