Sua porta de entrada para a França
  Loja Online

Como montar um currículo em Francês?

Publicado em: 4 de abril de 2019

O primeiro passo para a entrada no mundo do trabalho é a construção de um currículo. Fazer um currículo em outras línguas pode ser mais complicado do que parece, já que não basta traduzir as informações, mas sim adequar-se a um determinado modelo utilizado nesse outro contexto.

 

Por que fazer um CV em Francês?

Montar um currículo em francês é importante não só para candidatar-se a vagas de emprego, mas também para incluir no seu dossiê de candidatura ao intercâmbio ou para participar de processos seletivos para conferências internacionais. Além disso, diversas empresas francesas no Brasil, que requerem também a proficiência na língua, pedem um currículo em francês. Hoje vamos ensinar como montá-lo de acordo com os padrões definidos nos países francófonos!

 

Para ter em mente antes de montar seu currículo

  • É importante saber que os franceses exigem uma formalidade maior no currículo, além de utilizar outros campos de informação que normalmente não são demandados por instituições brasileiras.
  • Seu currículo deve ser: único, sem erros de ortografia, claro, organizado e honesto. Por isso, é importante revisar cuidadosamente antes de enviar para o remetente.
  • A regra de outro de um CV em francês: ele tem que ter uma página!
  • Não existe uma fórmula única para fazer o seu CV em francês, mas critérios técnicos diferentes dos que a gente utiliza no Brasil.

 

C’est parti : as seções de um CV

1. Informações pessoais e de contato

O seu currículo deve começar com seus dados básicos. São eles:

  • SOBRENOME + Nome (Ex. DUPONT Sophie)

⚠️ Atenção: os franceses costumam colocar o sobrenome em letras maiúsculas antes do primeiro nome.

  • Endereço (Adresse) : CEP, número da rua, nome da rua. (Ex. 01234-567, 550 Rua Alfredo Castro Pimentel.)
  • Telefone fixo e móvel (Téléphone)
  • E-mail
  • Idade (Âge)
  • Foto – recomendável
  • LinkedIn – recomendável

2. Habilidades (Compétences)

Nessa seção, você deverá expor seus diferenciais para chamar a atenção do contratante. É aqui que você colocará as línguas que você fala (junto com os respectivos níveis de proficiência), os conhecimentos em informática, as áreas de domínio, etc. Recomenda-se escrever frases curtas e estratégicas, visando justamente surpreender os recrutadores.

3. Experiências profissionais (Expériences Professionnelles)

Aqui você deverá listar seus empregos ou estágios anteriores, mencionando o nome da instituição para qual trabalhou, o posto que ocupou dentro da instituição, a duração do emprego, uma breve descrição das atividades performadas e os resultados obtidos. Lembre-se de selecionar as experiências mais pertinentes em relação à vaga que está procurando.

4. Formação (Formation)

É nessa seção que deverá constar sua escolaridade, formações acadêmicas e eventuais cursos realizados, bem como a duração e data de conclusão de cada um. Não esqueça de precisar a data de início e fim de cada curso, e o nome da instituição.

5. Interesses (Loisirs)

A cultura francesa no mundo do trabalho atribui muita importância às características e interesses das pessoas fora do universo profissional. Por isso, é bem visto um currículo que conte brevemente seus hobbies, atividades esportivas, associações, viagens ou qualquer elemento que diga algo sobre você.

 

Et alors ?

Agora que você já sabe as principais técnicas para fazer seu currículo em francês, poderá tentar a chance em empresas francesas no Brasil ou no exterior! Também é a hora de enviar sua candidatura para estudar nas melhores universidades francesas. Nesse processo, o Curso de Francês Online ainda te ajuda com um curso preparatório com o  passo a passo dos estudos na França para te auxiliar desde o momento da candidatura até sua chegada na França.

últimos artigos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *