julho 21, 2014

Algumas respostas sobre bolsas e estudos no exterior

Respostas às perguntas do Destak, programa da radio Radar Universitário, a respeito das oportunidades  e seleção dos estudantes dos programas de bolsas.

1. Como ocorre o processo de inscrição e seleção dos candidatos?

Os estudantes brasileiros podem se candidatar a diversos tipos de bolsas, que podem ser concedidas, independente do nível de estudos (graduação, pós-graduação, doutorado e pós-doutorado) por entidades governamentais, locais e acadêmicas, ou ainda no âmbito privado por empresas e fundações. O pedido de bolsa também pode ser efetuado junto às entidades de seu país. Consulte nosso blog Universidades Francesas a respeito das bolsas oferecidas pelo governo brasileiro.

2. O que é levado em consideração na hora de conceder a bolsa?

Cada bolsa de estudo adota critérios próprios de elegibilidade. Note que o processo seletivo ocorre paralelamente ao processo seletivo do intercâmbio. Por isso, serão levados em conta um projeto acadêmico construído e a relevância da necessidade do intercâmbio naquela universidade. Em outros termos, as palavras-chave do dossiê de candidatura para a bolsa são coerência e motivação. O outro critério fundamental é o nível do idioma, no mínimo um nível intermediário.

3. Quais são os pontos positivos observados nos candidatos?

O candidato deve valorizar o seu engajamento tanto acadêmico, participando de um grupo de pesquisa, por exemplo, quanto profissional ao efetuar estágios. Além disso, as qualidades pessoais fazem parte da análise. A participação em projetos coletivos em ONG´s, viagens linguísticas ou humanitárias serão sempre pontos positivos para a avaliação do candidato. Por fim, investir na língua, ter um nível avançado e obter um exame de proficiência são elementos importantes para que você aumente suas chances de ser selecionado.

4. O que deve e o que não deve ser feito na hora da entrevista?

É importante conhecer o tipo de bolsa solicitado já que, por exemplo, algumas são diretamente voltadas a perfis de estudantes que não desejam seguir uma carreira acadêmica. O candidato deverá provar a necessidade de obter essa bolsa para realizar seu projeto acadêmico e, portanto, seguir a carreira desejada.
Cuidado! Quem já foi recusado no ano anterior na seleção de certas bolsas não pode concorrer novamente. O candidato também não deve mencionar as outras bolsas para as quais ele concorre.

 5. Há algum fator ou atitude do candidato que possa fazer com que ele seja logo recusado?

Um candidato com pouco conhecimento do país (cultura, história, geografia) e da língua será recusado. Um candidato que não sabe explicar suas motivações e que deixa transparecer que ele quer ter somente uma experiência fora não será selecionado. Pois um intercâmbio não é uma viagem de descoberta, mas sim de aprofundamento de seus conhecimentos. Os examinadores não devem achar que o estudante tem a intenção de fazer um mochilão, mesmo se a curiosidade existir.

6. Quais dicas você daria a alguém que pretende tentar uma bolsa de estudo no exterior?

As bolsas oferecidas para os estudantes brasileiros que querem estudar fora são numerosas. Portanto, informe-se sobre o assunto, prestando atenção aos seus objetivos e condições de obtenção. O domínio da língua determinará a seleção, por isso, procure escolas ou instituições que oferecem cursos preparatórios para prestar os exames de proficiência e que ajudam na preparação do dossiê de candidatura composto do currículo, da carta de apresentação e de um projeto de pesquisa ou profissional. Para estudos na França, uma das instituições que faz este trabalho é o IFESP (www.ifesp.com.br).

PAULINE CHAROKI, diretóra pedagógica do IFESP

Marque sua orientação acadêmica para Estudos na França!

Website | + posts

Seja o primeiro a saber

Assine nossa Newsletter

Thank you for your message. It has been sent.
There was an error trying to send your message. Please try again later.

4 Comments

  1. Denise H. 4 de setembro de 2011 at 16:31 - Reply

    Oi uma dúvida esse master http://www.hec.fr/Masteres-Specialises/Programmes/Medias-Art-et-Creation é considerado um master privado, ou seja, não é público? O processo é o mesmo,certo? E nesse caso não haveria bolsas de estudo? Obrigada de novo.

    • Pauline 21 de dezembro de 2011 at 14:05 - Reply

      Denise,

      Correto. A escola é privada e o diploma é próprio a escola. O processo, neste caso, dependa própria escola. O processo de inscrição é feito pelo link : http://admissions.hec.fr/
      Se quiser um acompanhamento para os trâmites, por favor, entre em contato com IFESP (11) 3031-3599 / [email protected]. Você pode ser orientada em São Paulo ou a distância.

      Espero ter ajudado!

      Pauline

  2. Gabriela 29 de julho de 2014 at 20:42 - Reply

    Pauline, você conhece instituições como a IFESP que faz esse trabalho de orientação à candidatos interessados em bolsas nos US.?
    Obrigada!
    Gabriela

    • Pauline 31 de julho de 2014 at 14:42 - Reply

      Olá Gabriela, infelizmente não temos parceria com uma instituição que faça este trabalho de orientação para bolsas nos U.S.

Leave A Comment

Website | + posts