Sua porta de entrada para a França
  Loja Online

Candidate-se para a Bolsa Eiffel, o edital saiu!

Publicado em: 25 de outubro de 2017

Uma das melhores bolsas do governo Francês para estrangeiros acabou de lançar o edital para inscrições. O prazo para entregar o dossiê de candidatura para a bolsa está chegando! Os candidatos poderão se candidatar a partir do dia 10 de outubro de 2018. Essa bolsa de excelência do Ministério das Relações Exteriores da França é concedida aos estudantes estrangeiros que querem estudar em instituições francesas de ensino superior no ano letivo 2018.

O que é este programa?

A Bolsa Eiffel trata-se de um programa de bolsa de estudos lançado em 1999 pelo Ministério das Relações Exteriores da França. O seu objetivo é estimular os intercâmbios de estudantes estrangeiros nas universidades e escolas francesas. Estimular, quer dizer, ajudar financeiramente os estudantes de Pós-graduação/Mestrado ou quem está cursando um Doutorado em cotutela ou em codireção.

Para quem?

O programa Eiffel tem por objetivo formar futuros líderes estrangeiros, nos setores público e privado. Encoraja candidaturas de estudantes de países emergentes, em especial da Ásia, América Latina, Leste europeu, Oriente Médio e dos novos Estados membros da União Europeia, mas também, para o nível doutorado, dos países desenvolvidos.

Quais são os critérios de elegibilidade e de seleção?

Critérios de elegibilidade:
  • Ter nacionalidade brasileira (não podendo possuir a dupla nacionalidade franco-brasileira);
  • Não se beneficiar de outra bolsa de estudos na França;
  • Comprovar a proficiência em língua francesa. Leia mais sobre Exame de Proficiência em Francês;
  • Ter no máximo 30 anos para o programa de Master até dia 06/03/2018;
  • Ter no máximo 35 anos para o programa de Doutorado até dia 06/03/2018.
Critérios de seleção:
  • A excelência acadêmica do candidato;
  • O caráter inovador do projeto de pesquisa / profissional do candidato.

Bolsa de estudos Eiffel para Pós-graduação / Mestrado:

  • Valor da bolsa: 1.181 € mensais (+ despesas de viagem de ida e volta, despesas de atividades culturais e segurança social).
  • Duração da bolsa: 24 meses para M1, 12 meses para M2,  e 36 meses para diploma de engenharia.
  • Áreas de estudo contempladas: Ciências do Engenheiro, Economia, Administração, Direito e Ciências Políticas.
  • Curso de Francês: A bolsa poderá ser estendida por mais 2 meses para a realização de um curso de Francês.

Bolsa de estudos Eiffel para Doutorado em cotutela ou coorientação:

  • Valor da bolsa: 1.400 € mensais (+ despesas de viagem de ida e volta, despesas de atividades culturais e segurança social).
  • Duração da bolsa: 10 meses.
  • Áreas de estudo contempladas: Ciências do Engenheiro, Ciências Exatas, Ciências Biológicas, Ciências Ambientais, Tecnologias da Informação e da Comunicação, Economia, Administração, Direito e Ciências Políticas.
  • Obs.: Para estudantes de Direito, é possível a realização de um curso de Francês paralelamente aos seus estudos.

Como participar?

A Bolsa Eiffel é um programa oferecido aos estabelecimentos franceses para contemplar seus melhores candidatos. As candidaturas são apresentadas exclusivamente pelos estabelecimentos, que se comprometem a efetuar a inscrição dos estudantes selecionados. Candidaturas encaminhadas diretamente pelo estudante ao Campus France serão desconsideradas.

Para participar do processo seletivo, o estudante interessado tem que apresentar sua candidatura à universidade escolhida. Depois de uma pré-seleção, as universidades francesas efetuam a inscrição online dos estudantes selecionados. Por fim, as universidades encaminham a lista final das candidaturas ao Campus France até dia 6 de janeiro de 2018.

Calendário para o ano 2018:

  1. Publicação do edital on-line: 16 de outubro de 2017;
  2. Prazo final para inscrições: 12 de janeiro de 2018 (prazo máximo dado pelo Campus France);
  3. Divulgação dos resultados: semana de 26 de março de 2018.

Fonte: Campus France

Atenção! Cada instituição pode estabelecer datas específicas para a participação na seleção Eiffel. Algumas instituições, por exemplo, exigem a apresentação dos dossiês de candidatura em novembro e dezembro; elas podem também estabelecer critérios específicos (níveis de proficiência etc.) e envio de documentação complementar.

 

Tudo que você precisa saber para estudar na França!

Os brasileiros são destaque absoluto no programa Eiffel! Não perca a oportunidade e prepare seu Dossiê de candidatura com a ajuda do IFESP. Nós oferecemos orientação acadêmica para estudos na França, nela te contamos  o porquê estudar na França, sobre o ensino superior na França, sobre o processo de seleção e como nós podemos te ajudar!

últimos artigos

27 comentários

  1. Tenho uma dúvida sobre a bolsa eiffel, caso eu faça o M1 sem bolsa, ao ser aceito para o M2 (já na França) eu posso solicitar a bolsa já estando lá?

  2. Olá Peterson,

    Caso você faça o M1 sem bolsa na França, você pode, sim, solicitar a bolsa Eiffel para o M2, mas saiba que estudantes brasileiros que ainda não estão morando na França têm prioridade.

    Qualquer outra dúvida, estamos à sua disposição. Se você quiser, pode também agendar uma orientação acadêmica personalizada com os nossos orientadores. Eles te darão todas as informações sobre o programa de bolsa e os estudos na França.
    > http://www.ifesp.com.br/estudar-na-franca/frances-objetivos-estudar
    > [email protected]

    1. Olá Karen, a maioria das universidades na França oferecem a Bolsa Eiffel. Cada uma com seus próprios prazos e requisitos, mas quase todas estão na lista. Se quiser mais informações sobre universidades na sua área e tipos de financiamento, agende uma orientação acadêmica conosco!

    1. Olá Aline, a documentação inclui um currículo, um projeto profissional e histórico dos últimos anos de estudo. Para saber mais detalhes de como se candidatar, agende uma orientação acadêmica conosco.

    1. Jennifer, em geral, o nível mínimo de francês para candidatar-se às universidades francesas é o B2-CECR. Isso muda para alguns cursos como Direito, que exige mínimo C1. Você pode procurar por formações em inglês, mas a oferta é bem menor. Conheça os cursos de francês do IFESP, você pode alcançar o nível avançado em até 18 meses: http://ifesp.com.br/

  3. sou Helder Betencourt da Lúcia Constantino tenho 39 anos e sou licenciado em ensino de lingua francesa pela Universidade Pedagogica de Nampula em 2011, estou afecto na Unilurio e tive media final de 11 valores,so que tenho uma barreira, gostaria de aprofundar meus conhecimentos em relacao a lingua francesa,so que tenho barreira devido a nota 11, mais o meu nivel de conhecimento em relacao a nota nao diz nada, entendo muito bem a lingua francesa e gosto muito dela. peco para reverem esse assunto e considerarem.

  4. Só Miguel André Kungu de 24 à nos de idade de nationalidade angolana, reside em Beguele /Angola. por favor gostaria de saber se essa abolsa de estudo é só para os brasileiros ou para todos? porque estou interessado mais não só Brasileiro.e não sei como fazer, estou a fazer 3°ano na especialidade de linguistica françês. Falo bem francês e sei ler e escrever. Ja Tenho duas Diplomas de DELF A1 com 84,5℅ e A2 com 72,5% preciso ter mas. Quero uma boa orientação para poder realizar meu sonho. Obrigado

  5. Só Miguel André Kungu de 24 à nos de idade de nationalidade angolana, reside em Beguele /Angola. por favor gostaria de saber se essa abolsa de estudo é só para os brasileiros ou para todos? porque estou interessado mais não só Brasileiro.e não sei como fazer, estou no 3°ano na especialidade de linguistica françês. na universidade katyavala Bwila, Falo bem francês e sei ler e escrever. Ja Tenho duas Diplomas de DELF A1 com 84,5℅ e A2 com 72,5% preciso ter mas. Quero uma boa orientação para poder realizar meu sonho. Obrigado

  6. Sou Miguel André Kungu de 24 à nos de idade de nationalidade angolana, reside em Beguele /Angola. por favor gostaria de saber se essa abolsa de estudo é só para os brasileiros ou para todos? porque estou interessado mais não só Brasileiro.e não sei como fazer, estou a fazer 3°ano na especialidade de linguistica françês. Falo bem francês e sei ler e escrever. Ja Tenho duas Diplomas de DELF A1 com 84,5℅ e A2 com 72,5% preciso ter mas. Quero uma boa orientação para poder realizar meu sonho. Obrigado

    1. Olá Janaína!

      Para se candidatar à bolsa Eiffel, você tem que entrar em contato com a instituição francesa que você escolheu para realizar o curso. Só pode prestar a bolsa Eiffel para uma instituição.

  7. Olá,
    Primeiramente apresento-me, meu nome é Maria Carolina, possuo uma graduação em Química com especialidade em Química Ambiental. Além disso, tenho um mestrado em Ciências da Água no INRS- Institut National de la Recheche Sientifique em Québec- Canadá e também um Certicat en Sciences d’Environnement na Université du Québec. Morei durante 6 anos na província canadense francesa, onde trabalhei e estudei e densenvolvi bem a língua francesa na parte oral e escrita. Tenho cidadania canadense.
    Me interesso muito em fazer uma Doutorado na área ambiental, principalmente em recursos hídricos e em ecotoxicologia. O problema é que eu tenho 38 anos de idade.
    Tenho meus diplomas e históricos acadêmicos traduzidos para o francês (graduação e especialização) e meu diploma de mestrado e do certificado estão em francês por serem emitidos por universidades canadenses oficiais de língua francesa.
    Tenho média de mestrado de 3,34/4,2 pelo INRS.
    Gostaria de saber se eu consigo pleitar uma vaga para o doutorado haja vista que tenho 38 anos de idade.
    Muito obridaga,
    Maria Carolina.

  8. Tenho quarenta anos, mas gostaria muito de poder estudar na França. Existe alguma faculdade francesa com este programa na área de moda ou decoração? Poderia me enviar mais informações?

  9. Salut Miguel,sou brasileira sou fisioterapeuta, quero fazer uma pós na minha área, já tenho 31 anos e não me encaixo mais pra receber bolsas, gostaria de saber se tem algo na minha area? E custos? E duração dessa pós.merci!

  10. Olá, gostaria de saber se o diploma de direito no Brasil é válido também na frança, já que países como Inglaterra e Canadá tem outro “tronco”.

    1. Olá Barbara,
      Normalmente os diplomas do direito encontram problemas para ser reconhecidos em outros países no geral, na França não é diferente. O que aconselharia é tentar continuar os estudos na França, fazendo uma mestrado, por exemplo. Assim você de certa forma passou por uma formação jurídica na frança. Se você quiser saber mais informações sobre orientação acadêmica, é só entrar em contato com a gente: (011) 3031-3599.
      à bientôt

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *