Sua porta de entrada para a França
  Loja Online

As melhores dicas para encontrar uma moradia estudantil na França

Publicado em: 23 de janeiro de 2014

Antes de chegar à França, o estudante estrangeiro precisa começar a buscar uma moradia, já que para a obtenção do visto é preciso ter um comprovante de residência (próprio, de familiares ou de amigos) por 3 meses no mínimo.
Por isso, daremos 5 dicas para facilitar os trâmites relativos à moradia.

Alojamento numa residência universitária

Antes de tudo, aconselhamos que faça um pedido de candidatura a uma vaga numa residência universitária via CROUS/ CNOUS, órgão responsável por facilitar a vida dos estudantes em diversos setores, inclusive de moradia.  Na França há mais de 590 residências que acolhem estudantes franceses e estrangeiros.

Os tipos de alojamentos propostos

Principalmente quartos, mas também estúdios e apartamentos HLM (habitations à loyer modéré) para jovens casais.

Como se candidatar

Basta preencher um dossiê que se chama “Dossiê social estudantil” (DSE) do CROUS da cidade em que irá estudar.

Em Paris existe mais uma opção ligada ao mesmo órgão: a Cidade Internacional Universitária de Paris (Cité Internationale de Paris), um conjunto de residências universitárias para acolher estudantes estrangeiros. Para se candidatar a uma vaga é preciso fazer um pedido junto à Maison du Brésil, que distribui as hospedagens disponíveis dando prioridade aos bolsistas brasileiros (CAPES e CNPq).

Outras opções de moradia

É possível alugar ou dividir um apartamento. Há ainda a opção de morar na casa de uma família para não pagar aluguel ou para diminuí-lo, em troca de oferecer serviços como babysitting, ajuda escolar, etc. Essa troca existe também quando o estudante vai morar na casa de uma pessoa idosa. Neste caso fazer compras e oferecer companhia são serviços que podem ser oferecidos em troca de um quarto na residência ou um desconto no aluguel.

Auxílio moradia

A CAF, Caisse d’allocations familiales, órgão que atribui os auxílios moradia para estudantes franceses e estrangeiros. Para solicitar o auxílio, é preciso preencher o formulário online com o endereço e o CEP da residência. Geralmente o aluno recebe em torno de 200 euros por mês.

No IFESP ajudamos os candidatos de todo o Brasil a montar o dossiê de candidatura para estudos e bolsas na França e a conduzir os trâmites administrativos relativos à inscrição, além de propor aulas intensivas de francês, presenciais e online, e cursos preparatórios intensivos ao TCF, DELF e DALF exigidos pelas universidades francesas.

Contate-nos pelo e-mail: [email protected]

Novo! Aprenda francês online, rápido e eficiente!  Um curso completo 100% online.

últimos artigos

1 comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *